“Com Muito Orgulho”


Associação & Grupo Quatro Estações e Centro Livre de Arte e Cultura em Parceria com o Museu da Diversidade – São Paulo.
Exposição com fotos das Paradas do Orgulho LGBT de vários países
Realizada de maneira colaborativa, a exposição mostra a força do movimento LGBT pelo mundo.
O Centro Livre de Arte e Cultura de São João da Boa Vista, abre no dia 18 de Julho, Quinta – Feira e fica até dia 30 de Julho, Terça - Feira, a exposição fotográfica “Com Muito Orgulho”, com fotos de Paradas do Orgulho LGBT realizadas em vários países. 
A mostra, com entrada Gratuita, celebra os 11 anos da ONG Associação & Grupo Quatro Estações e faz parte da “Semana da Diversidade Sexual” que é aquecimento para entrar no clima colorido e empoderado da 11° Parada do Orgulho LGBT, que acontece no dia 21 de Julho Domingo as 13h00.

Release da Exposição:
Realizada em parceria com a Associação da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo e com apoio da Interpride, a exposição foi desenvolvida de maneira colaborativa e conta com imagens registradas em países como Uganda, Cuba, México, Estados Unidos, Holanda, China, Israel, Chile e França. A Parada de São Paulo, cidade em que está localizado o Museu da Diversidade Sexual, tem uma parte reservada em “Com Muito Orgulho”, com fotografias históricas, uma linha do tempo e notícias de suas edições, desde a primeira, realizada em 1997.
“Desde sua primeira edição, com poucas pessoas, até se transformar na maior manifestação da população LGBT, a Parada [do Orgulho LGBT de São Paulo] mostrou que é o espaço genuíno de reinvindicação, visibilidade e celebração do orgulho. E é com muito orgulho que o Museu da Diversidade Sexual homenageia todas as pessoas que de alguma forma contribuem, organizam e participam das Paradas pelo mundo”, declara Franco Reinaudo, diretor do museu.
O espírito de coletividade presente na exposição, com mais de 50 fotos impressas enviadas por amadores e profissionais para a montagem.
“Não é sem motivo que a cooperação e a conectividade estão na essência dessa exposição. Essas características foram – e continuam sendo – a força motriz dos movimentos pela igualdade por todo o mundo. É através da união e da colaboração entre as pessoas que chegaremos a uma sociedade mais justa e civilizada”, explana Chrysthopher Dekay Assessor de Políticas para a Diversidade Sexual.
Em “Com Muito Orgulho”, o Museu da Diversidade Sexual não apenas presta homenagem à luta pelos direitos da população LGBT em todo o mundo ao longo da história, mas relembra que essa luta ainda é muito presente e necessária. “Em tempos de retrocesso, é vital que ecoemos essas vozes”, diz José Gregori, Ministro da Justiça no Governo FHC e Presidente do Conselho Administrativo da APAA.